Analisando campanhas de dia dos namorados

No dia 12 junho observei algumas postagens interessantes no Facebook e resolvi realizar alguns comentários sobre essas postagens.

Realizei as minhas criticas baseado na principal publicação de algumas marcas de diferentes setores durante o dia dos namorados. Foram analisadas as seguintes marcas: Palmeiras, Giraffas, Claro, Skol e Itaú.

Palmeiras

Sou palmeirense e achei curioso quando vi que a página Palmeiras Oficial na terça de manhã que a página havia alterado a imagem de capa por essa:

Desde que comecei a trabalhar na área de marketing tenho criticado esse departamento do Palmeiras pelas ações executadas, porém gostei dessa ação que fez os consumidores interagirem com a marca enviando fotos utilizando o uniforme do time ao lado de seus companheiros.

Após ver essa postagem fiquei curioso e entrei nas páginas de outros grandes times paulistas para ver as ações de cada um e percebi que basicamente realizam apenas post em homenagem ao dia dos namorados, enquanto ação do Palmeiras apesar de ter sido menos compartilhada houve uma interação muito maior com a marca, pois os torcedores participaram da criação da campanha aumentando o engajamento.

Giraffas

No setor de alimentos escolhi analisar o Giraffas, apesar do baixo número de fãs na página, gosto da forma que essa marca trabalha utilizando sempre que possível os seus mascotes ou girafas nas imagens, no dia 12 uma das postagens realizadas pela marca sobre o dia dos namorados foi essa:

Achei o texto e a foto simplesmente sensacionais, no texto eles conseguiram associar amor e o produtos deles com uma imagem de seus animais mascotes em momento romântico.

Claro

Claro Brasil foi uma das marcas que me decepcionaram, quando realizei meu TCC sobre “Gestão de marcas nas redes sociais da internet: um estudo das operadoras de telefonia celular” no final de 2011, chegamos a conclusão as operadoras de celulares ainda não estavam utilizando as redes sociais para gestão de marcas, apesar do grande aumento na base de fãs – a marca tinha 169.922 fãs até o dia 23/11/2011 – os principais problemas de gestão de comentários continuam, a marca basicamente utiliza as redes sociais para publicações sem responder as interações dos fãs, como mostra a imagem abaixo:

Nessa imagem a Claro usou um texto simples perdendo uma excelente oportunidade de divulgar os seus planos ilimitados, a marca poderia ter usado textos:

  • “Já mandou quantas mensagens para o demostrar o seu amor hoje?”
  • “Está distante do seu amor, na Claro as chamas são ilimitadas para matar a saudade”
  • “Está em um jantar romântico? Utilize o 3GMax para compartilhar cada momento”

Outro grande erro foi à empresa utilizar a mesma imagem em outras postagens e campanhas em outros meios de comunicação.

Skol

A Skol foi uma das empresas que mais me surpreendeu pela qualidade e segmentação das postagens, soube atingir seus públicos com postagens diferentes para atingir os casais a marca realizou a seguinte postagem:

Já para atingir o público solteiro a marcar fez a seguinte postagem bem humorada:

Ambas as artes são simples, porém ambas conseguem passar a mensagem ideal para cada publico alvo e consegue despertar no fã da marca a vontade de compartilhamento.

A marca evolui na qualidade de suas postagens comparada com o ano anterior, onde eram realizadas postagens de imagens sem relação com a marca.

Itaú

A postagem empresarial mais ousadas, porém estratégica que acompanhei foi a do Banco Itaú, a empresa postou a seguinte imagem durante a tarde:

No domingo havia acontecido a 16ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, a marca aproveitou o clima gerado pela parada que reúne um grande número de participantes a cada edição.

A imagem e a mensagem são simples e diretas, utilizando as cores, tipografia e slogan padrões da marca.

Apesar de alguns consumidores terem ficados chocados pela postagem ameaçando até a deixarem de serem clientes, o Itaú agiu de maneira certa, atualmente a homossexualidade apensar do preconceito, é mais aceita pela sociedade, outra fator para criação da campanha ter sido realizada é que em média a renda e poder de compra do público LGBT é elevada, com essa ação a marca realizou um posicionamento favorável a esse público e tentou atrair novos correntistas, porém a marca desperdiçou uma excelente oportunidade de venda de algum produto relacionado com casais, a marca poderia ter inserido um link para o site com produtos, como por exemplo, seguros e previdência privada.